segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Professores do Polivalente visitam a VIII Bienal Internacional do Livro do Ceará



A Bienal deverá receber, nos dez dias de feira e atividades, cerca de 750 mil visitantes. O acesso ao público será aberto e todas as atividades serão gratuitas. A Bienal Internacional do Livro é uma ação de política pública do Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), visando o acesso ao livro e debates em torno dele. É promovida pelo Sindilivros e conta com patrocínio da Petrobras e Coelce. Tem ainda parceria da Unifor e apoio do SESC/SENAC, Unimed, Cagece e Servis.


Encontros, lançamentos de livros, congresso de cordelistas, teatro e shows também estão nessa aventura cultural da mestiçagem. Na parte musical, atrações como os mexicanos Cabezas de Cera, os brasileiros Vitor Ramil, Fernanda Takai e Cordel do Fogo Encantado, além de bufões e vaqueiros, subirão ao palco do auditório principal do Centro de Convenções, batizado na Bienal como Teatro José Carlos Matos.


Diariamente haverá leituras em uma atividade chamada “Para Conhecer Poesia”, com a participação de autores do Brasil, Moçambique, Cuba, Equador, México, São Tomé e Príncipe, Espanha, República Dominicana, Uruguai, Peru, Chile, Colômbia, Porto Rico, Portugal e Nicarágua. Debates vão discutir questões relacionadas à América Latina, como a cultura de resistência, suplementos culturais e a contribuição das casas de cultura; assuntos do mercado editorial; literatura cearense; globalização e identidade cultural; entre outros temas ligados ao livro e à leitura.




Espaço Jovem da Bienal - uma nova forma de assistir palestras e participar de debates.

Nenhum comentário: